O Corinthians tropeçou nas cinco últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, mas, na opinião de Ronaldo, não está em crise. O atacante reconheceu que a equipe vive um momento complicado, mas lembrou que o time venceu as duas competições que disputou em 2009.

“Nesse ano ninguém está sofrendo no Corinthians. O momento é delicado, mas o Corinthians já está se planejando para Libertadores. Agora temos que encontrar o equilíbrio para vencer no Brasileiro. A diretoria está trabalhando bem, vamos ter paciência”, afirmou.

Desde que o Ronaldo se machucou, o Corinthians entrou em uma série de maus resultados. O time paulista ocupa agora a 11.ª colocação no Campeonato Brasileiro, com 25 pontos, dez a menos que o líder Palmeiras. Ele ainda deve demorar um mês para voltar ao Corinthians. “Devo ter condições na segunda semana de setembro”.

Ronaldo acredita que o Corinthians não tinha condições de manter Douglas, vendido para o Al Wasl, Cristian e André Santos, negociados com o Fenerbhaçe. “É inevitável o mercado brasileiro perder jogadores, principalmente com essa crise mundial. É importante fazer caixa, resolver os problemas do clube. É complicado competir com euro ou dólar”, analisou.