O anúncio será feito apenas na noite de quinta-feira (5), quando oficialmente a equipe Honda passará a se chamar Brawn F-1, conforme o acordo costurado entre os dirigentes da montadora japonesa e o engenheiro inglês Ross Brawn, o novo proprietário da escuderia. Mas já é possível afirmar que Rubens Barrichello, o piloto de maior longevidade na Fórmula 1 e duas vezes vice-campeão do mundo (2002 e 2004), venceu a disputa brasileira com Bruno Senna e será o companheiro do inglês Jenson Button.

Rubinho está em Brackley (Inglaterra), cidade onde se encontra a sede da Brawn F-1, na realidade a mesma da Honda. A própria Fórmula 1 já o dava como carta fora do baralho, depois da corrida do Brasil do ano passado, quando, aos 36 anos, completou 268 GPs e 16 temporadas na competição.

“Estou muito feliz com a minha fé”, disse Rubinho, sem ainda falar abertamente sobre o acordo. “E minha fé diz que na semana que vem estarei guiando um carro competitivo nos testes de Barcelona, embora não tenha nenhum documento na mão que me garanta isso.”

 

Sem dar maiores detalhes do que está em curso, Rubinho confirmou apenas o encontro que teve com Ross Brawn. Os dois trabalharam juntos na Ferrari de 2000 até o fim de 2005, quando o piloto brasileiro buscou novos desafios e se transferiu para a Honda.

Nos seis anos de convivência na Ferrari, Ross Brawn aprendeu a confiar na sensibilidade de Rubinho para desenvolver o carro e ajudar a equipe a conquistar o Mundial de Construtores. Esse foi o fator decisivo para a escolha dele.

Na quinta-feira, Ross Brawn confirmará os pilotos, além de anunciar o planejamento para o restante da pré-temporada e como o projeto será mantido financeiramente. O silêncio dele se justifica: como ainda não é legalmente o novo dono da equipe, prefere não falar.

 

O carro já está pronto. Rubinho e Button vão trabalhar juntos entre os dias 9 a 12 de março, no Circuito da Catalunha, em Barcelona, no último teste coletivo da Fórmula 1 antes do embarque dos carros para a abertura do Mundial, que acontece no final do mês, na Austrália.