Depois de quase quatro meses, a CAP S/A -sociedade criada para gerenciar as obras na Arena da Baixada – atualizou o cronograma do estádio atleticano. Segundo as informações, o Joaquim Américo está com 62,3% da sua reforma concluída. Na vez anterior em que divulgou o balanço, no início de janeiro deste ano, a Arena registrava conclusão de 55,8%. Ou seja, em pouco menos de quatro meses, a evolução do palco rubro-negro foi de 6,5%.

Neste período, a CAP S/A recebeu as duas primeiras parcelas do financiamento realizado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor de R$ 58,9 milhões. Mesmo assim, a Arena é um dos estádios mais atrasados para receber os jogos da Copa do Mundo. O Joaquim Américo está na frente somente da Arena da Amazônia (58%), da Arena das Dunas (61,3%) e empatado com a Arena Cuiabá.