A Câmara Municipal de Curitiba espera receber, nos próximos dias, informações
acerca do procedimento instaurado pela Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público para investigar a aplicação dos recursos oriundos dos títulos
de potencial construtivo nas obras de reforma e readequação da Arena da Baixada. As contrapartidas do Atlético são outro ponto que está em debate pelos vereadores.  Na quarta-feira passada, a vereadora Maria Goretti (PSDB) apresentou emenda que propõe que 2% do total de potencial construtivo recebido pela CAP S/A seja devolvido em investimentos nas áreas de saúde, esporte, cultura e inovação científica.