Que zica!

Assim com aconteceu no dia 18 de fevereiro, no jogo contra o Arapongas, ontem o atacante Bruno Mineiro precisou ser retirado do jogo e encaminhado a um hospital para atendimento de emergência. No 2.º tempo contra o Toledo, o artilheiro do Furacão foi atingido no rosto, por uma joelhada do goleiro Oliveira e sofreu um corte no queixo. Depois de receber alguns pontos no local da lesão, o jogador foi liberado para voltar ao hotel da delegação. No primeiro turno, o susto foi maior. Bruno chegou a ficar alguns minutos desacordado.

Emburrado

O meio-campo Harrison não escondeu a irritação por ser substituído ainda no 1.º tempo no jogo de ontem. O jogador não engoliu a substituição promovida pelo técnico Juan Ramon Carrasco e, ao deixar o campo, ficou de cara fechada. Nem mesmo o segundo gol do Atlético, marcado por Zezinho, aos 45 do 1.º tempo, amenizou a irritação do jovem, que não comemorou o gol. Harrison ficou de braços cruzados e cara fechada enquanto os colegas se abraçavam na beira do gramado.

Piazada

O técnico Juan Ramon Carrasco optou por formar um banco jovem, ontem. Ele colocou seis novatos, entre eles dois jogadores eu ainda nem estrearam no profissional do Atlético: o zagueiro Diego Bairo, de 19 anos, e o atacante Douglas Coutinho, de 18 anos. Também estavam entre os suplentes o goleiro Hugo, 19 anos; o meia Jenison, 20 anos;, o volante Renan Foguinho, 22 anos, e o atacante Zezinho, 20 anos, e que marcou o segundo gol do Furacão. Ligüera, com 31 anos, era o mais velho da turma.