A novela sobre a permanência ou não de Neymar terminou com final feliz para o Santos nesta quinta-feira. Em entrevista coletiva na Vila Belmiro, o presidente Luis Alvaro anunciou que umas das maiores revelações santistas ficará, pelo menos, até o final do ano no clube. Para isso, foi feito um novo contrato com o atacante.

“Construímos uma possibilidade diferente para o futebol brasileiro”, disse, orgulhoso, o dirigente santista. Luis Alvaro também revelou que o vínculo proposto para a permanência de Neymar “contempla um novo período contratual de cinco anos. A partir de dezembro a multa passa para 45 milhões de euros”, explicou – a multa anterior era de 35 milhões.

O presidente, porém, não deu detalhes sobre as outra iniciativas que determinaram a decisão de Neymar, como o pagamento de altos prêmios por objetivos alcançados. “O Santos apresentou um projeto para o desenvolvimento da carreira do Neymar”, resumiu Luis Alvaro, que, entre outras coisas, classificou o atacante como uma “figura lendária, um mito”, por possuir “um talento raríssimo”.

Além de esclarecer que as divisões dos direitos econômicos de Neymar seguem inalteradas, Luis Alvaro deixou claro que não pode garantir a permanência do atacante até o fim de seu novo contrato. “A gente respeita a vontade do atleta”, disse, acrescentando que a última proposta do Chelsea, clube que pretendia o jogador, não chegou ao valor da multa.

FELIZ – O próprio Neymar citou várias vezes que a sua ótima fase foi determinante para ficar. “O que pesou foi a felicidade do momento. Conversei muito com o meu pai e decidi que a hora não era de ir para a Europa”, afirmou. “Sempre a decisão final cabe ao jogador”, completou o atacante, que definiu o seu futuro após uma reunião de Luis Alvaro com o seu pai e o empresário Wagner Ribeiro, realizada na tarde desta quinta.