O Santos vai precisar muito mais do que o eficiente futebol mostrado nas últimas rodadas do brasileiro para superar o Nacional, do Uruguai, hoje, às 21h40, na Vila Belmiro. Vai precisar de sangue frio para não cair nas previsíveis provocações, uma especialidade do adversário, e não se desesperar diante da forte marcação que os uruguaios vão fazer, prevalecendo-se das características do estádio santista, que na partida pode ser um aliado do visitante. Vai precisar de toda segurança de Fábio Costa, do futebol atrevido de Robinho, das jogadas cerebrais de Diego e da força de seu ataque com Ricardo Oliveira para ganhar pelo menos pela diferença de um gol para se classificar às quartas-de-final da Libertadores.

Santos x Nacional

Santos: Fábio Costa; Reginaldo Araújo, Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano (Nenê) e Diego; Robinho e Ricardo Oliveira. Técnico: Émerson Leão.

Nacional: Gustavo Munúa; Angbwa Benoit, Machado, Daniel Leites e Claudio Dadomo; Diego Scotti, Marco Vanzini, Sebastián Eguren e Oscar Morales; Fabián O?Neil e Gabriel Alvez. Técnico: Daniel Carreño.
Árbitro: Hector Baldassi (Argentina)
Local: Vila Belmiro.