O atacante Fernandinho é um dos três reforços que o Santos ainda pretende contratar para o segundo semestre. A informação foi dada pelo presidente do clube, Odílio Rodrigues, durante a cerimônia de inauguração do Museu Pelé, neste domingo, na cidade. Os outros dois pretendidos são jogadores experientes para a defesa – um lateral-direito e um zagueiro.

“Se vamos contratar ou não, eu não sei, mas Fernandinho é um jogador que interessa ao Santos. A dificuldade é que o clube dele (Al-Jazira) exige um valor, em euros, pela liberá-lo e há outros clubes interessados”, disse o presidente santista.

Fernandinho estava emprestado ao Atlético-MG desde agosto do ano passado, mas, apesar de algumas boas atuações no clube mineiro, não houve acordo para sua permanência. Assim, ele procura um outro lugar para jogar, pois não deseja voltar para os Emirados Árabes Unidos.

O lateral-direito escolhido pelo Santos para substituir Bruno Peres, vendido ao Torino, da Itália, deve ser mesmo Victor Ferraz, que está no Coritiba. As negociações estão adiantadas e provavelmente serão concluídas nesta segunda-feira, para que ele possa viajar com os novos companheiros para São José dos Campos, no interior paulista, onde o Santos vai realizar a intertemporada durante o recesso na Copa do Mundo.

O presidente santista também confirmou que o zagueiro preferido do técnico Oswaldo de Oliveira e do Comitê de Gestão do clube é Dória, do Botafogo, mas explicou que o Santos não está tentando a sua contratação.

“Estive com o presidente do Botafogo no jogo da seleção brasileira e ele me disse que Dória está sendo negociado com um grupo de investidores”, explicou Odílio Rodrigues. Há a possibilidade de o braço do laboratório EMS para investimento no futebol compre a parte dos direitos do zagueiro que pertence ao Botafogo e o coloque no Santos para ele ser valorizado.

Por enquanto, o Santos já fechou com um reforço durante o recesso do Brasileirão por causa da Copa do Mundo. É o volante Souza, que foi revelado pelo rival Palmeiras e foi emprestado pelo Cruzeiro até o final do Paulistão de 2015.