Giuliano, do Dnipro, da Ucrânia, é o jogador que o Santos vai tentar anunciar nos próximos dias. A informação foi confirmado por um fonte ligada à direção do clube paulista neste sábado. Para repatriar o meia, a diretoria terá a parceria do fundo inglês de investimentos Doyen Sports, representado no Brasil por Renato Duprat, e da Teisa, grupo de investidores formado por santistas ligados ao Comitê Gestor, que querem comprar o jogador para colocá-lo no Santos.

Depois da nova tentativa frustrada de repatriar Robinho, o Santos entrou forte no mercado para contratar dois atacantes, mas sofreu duas novas decepções. O alvo principal era Vagner Love, mas o CSKA Moscou não aceitou abrir negociação. Além disso, quando o atacante retornou ao futebol russo, o Flamengo fez questão da inclusão de uma cláusula no contrato estabelecendo multa alta para o caso de Love voltar ao futebol brasileiro até o fim do ano.

O outro jogador renomado que o Santos queria contratar para o ataque é Kleber. “O Grêmio aceitava ceder o atleta por empréstimo, mas Kleber só aceita sair negociado em definitivo”, disse o vice-presidente Odílio Rodrigues, neste sábado, antes do jogo contra a Portuguesa.

Kleber tem contrato com o Grêmio até 2017. Em fevereiro, o atacante, que tinha sido encostado por Vanderlei Luxemburgo, foi oferecido por empréstimo a custo zero por um ano ao Santos e o clube gaúcho ainda pagaria metade do salário de R$ 500 mil mensais do jogador, mas Muricy Ramalho vetou a contratação. Agora, a situação mudou porque o técnico Renato Gaúcho avisou a diretoria gremista que Kleber está nos seus planos.