O Santos enfrenta amanhã o Cruz Azul na Cidade do México com uma atenção especial, depois que o Corinthians e o Paysandu foram eliminados da Libertadores da América.

“Temos esses dois exemplos e não podemos cometer erros para não sermos surpreendidos também!”, disse o meia Elano. O Santos não terá Fábio Costa para esse jogo, pois o atleta sofreu lesão no músculo adutor da coxa esquerda na partida de sábado contra o Juventude. Júlio Sérgio será o seu substituto, embora o goleiro reserva tenha dito que não vai substituir Fábio Costa: “Quem vai jogar é o Júlio Sérgio, portanto, são pessoas diferentes, num time diferente e espero dar continuidade ao trabalho que venho fazendo”.

Os médicos de Santos acreditam que Fábio Costa tenha condições de voltar no jogo do dia 28, contra o mesmo Cruz Azul. Os santistas querem estar tranqüilos nessa partida e, por isso, esperam voltar do México com um bom resultado. “Uma vitória nos dará tranqüilidade para definir a vaga em casa”, comentou Elano.

Leão assistiu aos teipes dos últimos jogos do Cruz Azul e destacou que o adversário tem um bom toque de bola, grande velocidade e é muito aguerrido. “Assim, o futebol mexicano conserva aquilo que sempre teve e acrescenta a técnica”. Para reforçar a idéia da evolução do México, o treinador santista lembrou que a seleção brasileira não conseguiu vencer esse adversário nas duas últimas partidas disputadas. “Se a seleção não consegue ganhar é porque alguma coisa eles têm de bom”.

Fora o problema de Fábio Costa, Leão deverá contar com o time completo, já que Diego está recuperado das dores musculares que o fizeram ser poupado no jogo contra o Juventude e viajou com a delegação. O volante Renato, o lateral-esquerdo Léo e o zagueiro Alex deixaram Caxias do Sul contundidos, mas devem jogar contra o Cruz Azul.

Alex será submetido a novos exames e testes pelos médicos, mas suas chances de atuar são grandes. Se isso não ocorrer, será substituído por Preto.