O Santos venceu o Avaí por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, na segunda partida da fase nacional da Copa Sul-Americana, mas a equipe paulista está desclassificada da competição, já que perdera o primeiro embate, no Pacaembu, por 3 a 1. Curiosamente, esta é a primeira competição eliminatória que o Santos não avança neste ano.

Nas outras duas, a equipe foi campeã do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil com derrotas na última partida. Nesta quarta, venceu, mas não levou. Já o Avaí agora pensa na próxima fase, quando terá pela frente o vencedor do confronto entre o Emelec, do Equador, e a Universidad San Martín, do Peru.

O primeiro tempo começou com a pressão do Avaí. Mesmo com a vantagem, a equipe catarinense criou duas boas chances para abrir o placar na Ressacada, sendo a melhor delas aos 15 minutos, quando Rudnei ficou livre e, na entrada da área, tocou na saída do goleiro Rafael. A bola só não entrou por conta do corte do zagueiro Edu Dracena, que a tirou em cima da linha do gol.

Aos poucos, o Santos equilibrou a partida e passou a comandar o meio de campo. Neymar se mexia com facilidade no ataque, abrindo espaços para os meio-campistas. E foi assim que o gol santista aconteceu aos 23 minutos. Após bela triangulação pela direita, com direito a toque de calcanhar de Marquinhos, Zé Eduardo venceu o goleiro Renan para colocar a bola no fundo do gol.

Com dois a mais para fazer, o Santos tentou, através de troca de passes pelo meio, vencer o bloqueio do Avaí, que, por sua vez, optou por recuar a marcação e explorar somente os contra-ataques.

Assim, o jogo ficou truncado, com poucas chances que realmente levassem algum perigo aos goleiros. Zé Eduardo, um dos destaques do Santos no jogo, acertou alguns lances, inclusive um chute que passou perto da trave esquerda, mas sem sucesso.

Neymar, que começou o jogo bem, foi mera figura ilustrativa pelo restante do jogo. Paulo Henrique Ganso, muito bem marcado, também pouco fez para que o Santos conseguisse reverter a vantagem do Avaí. Sem nada a perder, o técnico Dorival Júnior optou pela entrada do rápido Madson no lugar de Marquinhos. A modificação de nada ajudou perante a boa marcação da equipe catarinense, que avança na Sul-Americana.

Agora, o Santos se prepara para enfrentar o Atlético Mineiro no próximo domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Pela mesma competição, o Avaí terá pela frente o Botafogo, no sábado, às 18h30, no Rio de Janeiro.

Ficha técnica

Avaí 0 x 1 Santos

Avaí – Renan; Patric, Emerson, Rafael e Eltinho; Marcinho Guerreiro, Rudnei (Bruno), Davi (Marcos) e Caio; Robinho (Sávio) e Vandinho. Técnico: Antônio Lopes.

Santos – Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Marcel); Arouca, Rodriguinho, Marquinhos (Madson) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Dorival Júnior.

Gol – Zé Eduardo, aos 23 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos – Rudnei e Caio (Avaí); Rodriguinho e Neymar (Santos).

Árbitro – Evandro Rogério Roman (Fifa-PR).

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).