O São Paulo resolveu poupar seus titulares visando a Libertadores, mas só com a entrada deles é o que o time conseguiu crescer e vencer o Flamengo por 2 a 1, debaixo de muita chuva, neste domingo, no Morumbi. Pato e Ganso entraram para garantir a estreia no Campeonato Brasileiro com um resultado positivo.

O time são-paulino começou a partida tendo dificuldades na criação das jogadas, pois, além de atuar com três volantes, o Flamengo apresentou um bom sistema defensivo. Tanto que nos primeiros minutos os cariocas é quem tiveram mais oportunidades.

Aos poucos, o time tricolor foi se “espalhando” pelo campo. Wesley passou a atuar mais próximo de Reinaldo e foi pela esquerda o caminho encontrado para chegar ao ataque. Luis Fabiano saiu muito da área, para tentar aparecer mais na partida e fez com que a equipe perdesse a referência.

Com os dois times tendo dificuldades de criação, o melhor momento acabou sendo iniciado em uma bola parada. Wesley cobrou falta, Paulo Miranda desviou de cabeça e Paulo Victor fez grande defesa. Na sequência, Souza chutou e a defesa mandou para escanteio.

Para tentar amenizar a falta de criação, Milton Cruz colocou Ganso no lugar de Hudson no intervalo dos tempos e a postura do São Paulo mudou para a etapa final. Com alguém para colocar a bola no chão e organizar o time, a equipe conseguiu chegar com mais qualidade e variação de jogadas.

Mesmo faltando capricho nas finalizações, o São Paulo também conseguiu reverter a melhoria em chance de gol. Após rápida troca de passes, Luis Fabiano chutou, Paulo Victor defendeu e, no rebote, o atacante desviou, mas Anderson Pico salvou em cima da linha.

MUDANÇA RADICAL – Vendo a possibilidade de vencer o jogo, Milton Cruz resolveu tirar os “titulares da folga” e, após Ganso entrar, foi a vez de Pato substituir Boschilia e mudar de vez a partida. Aos 29, Pato passou para Wesley, que deu belo lançamento para Luis Fabiano desviar de cabeça e abrir o placar.

Cinco minutos depois, mais uma rápida jogada tricolor. Ganso aproveitou erro de passe de Mugni e tocou para Pato, que bateu no contrapé de Paulo Victor e ampliou o placar.

O jogo parecia decidido, mas o Flamengo aproveitou o dilúvio que caía no Morumbi para se aventurar ao ataque e conseguiu descontar aos 40. Ganso cortou cobrança de escanteio com o braço e o árbitro deu pênalti, convertido por Everton.

Nos minutos finais, o Flamengo foi para cima, mas a chuva impediu que as equipes conseguissem fazer algo de mais produtivo.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 FLAMENGO

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lucão, Dória e Reinaldo; Hudson (Ganso), Souza, Rodrigo Caio, Wesley e Boschilia (Pato); Luis Fabiano (Thiago Mendes). Técnico: Milton Cruz.

FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas, Canteros (Eduardo da Silva), Almir (Lucas Mugni) e Gabriel (Arthur Maia); Everton e Marcelo Cirino. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOLS: Luis Fabiano, aos 29, Pato, aos 34, e Everton, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (PE).

CARTÕES AMARELOS: Hudson, Gabriel, Ganso e Lucas Mugni.

RENDA E PÚBLICO: Não disponíveis.

LOCAL: Estádio do Morumbi, em São Paulo.