São Paulo – O São Paulo conseguiu sua quarta vitória consecutiva e continua se recuperando no Campeonato Brasileiro. Ontem, venceu o Vasco por 4 a 2, no Morumbi, e somou 34 pontos. O próximo compromisso do São Paulo é quarta-feira, contra o Cruzeiro, no Mineirão.

O técnico Renato Gaúcho optou por escalar o Vasco em um esquema cauteloso, com três zagueiros, três volantes no meio-campo e apenas um atacante (Alex Dias, isolado na frente). Mas para azar dos cariocas, o São Paulo teve um início fulminante. Em menos de dez minutos, o time paulista já ganhava por 2 a 0. O primeiro gol surgiu após um cruzamento de Cicinho, após lançamento de Souza, na segunda trave. Amoroso subiu sozinho e não teve dificuldades para abrir o placar.

Aos 31 minutos, Renato Gaúcho resolveu voltar ao seu esquema tradicional: tirou um volante (Osmar) e colocou mais um atacante (Elbinho). A ousadia foi recompensada. Três minutos depois, Alex Dias arrancou pela esquerda e cruzou com perfeição para Abedi, na segunda trave, anotar o primeiro gol vascaíno.

O gol animou os cariocas, que começaram a acreditar no empate. Porém, em uma falha coletiva da defesa vascaína, a bola sobrou para Amoroso, que não perdoou: conduziu com velocidade e fuzilou o gol de Roberto. Era o terceiro do São Paulo e o segundo dele no jogo.

No segundo tempo, o Vasco ameaçou reagir. Aos sete minutos, Edcarlos fez pênalti em Alex Dias, que cobrou e anotou o segundo gol dos cariocas: 3 a 2.

Com a apatia de Tardelli e Christian, começou a aparecer o futebol de Souza, que sofreu dois pênaltis. No primeiro, aos 15 minutos, Rogério Ceni cobrou e errou bateu na travessão , mas na segunda tentativa, nos descontos, Rogério Ceni não perdoou: com paradinha, chutou no canto, sem chances para o goleiro Roberto, do Vasco.

São Paulo 4 x 2 Vasco da Gama

São Paulo – Rogério; Cicinho, Edcarlos, Lugano e Júnior; Josué, Mineiro, Souza e Danilo (Renan); Amoroso (Diego Tardelli) e Christian (Leandro Bonfim). Técnico: Paulo Autuori. Vasco -Roberto; Vergara, Alemão, Ygor e Diego; Claudemir, Osmar (Elbinho), Amaral, Abedi (Robson Luís) e Moraes; Alex Dias. Técnico: Renato Gaúcho. Gols: Amoroso aos 4?, Christian aos 9?, Abedi aos 35?, Amoroso aos 39? do 1.º tempo. Alex Dias (p) aos 7? e Rogério Ceni (p) aos 47? da etapa final. Árbitro: Héber Roberto Lopes. Cartões amarelos: Mineiro, Edcarlos, Josué. Cartão vermelho: Diego. Local: Morumbi.