O São Paulo, que deve anunciar hoje a contratação do atacante Warley, segue à risca a política de redução dos custos do elenco e, para isso, aceita, até, pagar para se desfazer de dois jogadores considerados caros e que pouco vêm produzindo: o lateral-direito Gabriel e o lateral-esquerdo Jorginho Paulista. Embora não diga publicamente, a diretoria admite ajudar no pagamento de seus salários, caso algum clube interessado se manifeste. Conseguiria, assim, reduzir um pouco os gastos.

Gabriel recebe, entre luvas diluídas e salários, R$ 86 mil e Jorginho ganha por volta de R$ 50 mil. Gabriel, que chegou a receber proposta do Goiás, mas recusou, não vem ficando nem no banco e diz “aguardar uma oportunidade”. Jorginho iniciou a partida contra o Atlético-PR, na semana passada, mas foi muito mal e acabou substituído no intervalo.

Nenhum dos dois faz parte dos planos da comissão técnica no momento.