O São Paulo não conseguiu controlar seus nervos na derrota deste domingo para o Sport por 2 a 0, na Arena Pernambuco, no Recife, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Terminou a partida com nove jogadores porque Paulo Henrique Ganso e Luis Fabiano foram expulsos – curiosamente, os dois estiveram envolvidos em negociações durante a semana. O técnico colombiano Juan Carlos Osorio também levou cartão vermelho.

O nervosismo do São Paulo não tira os méritos do Sport, que faz ótima campanha e conseguiu um lugar no G4 – é o quarto colocado, com 27 pontos. Em casa, o time do técnico Eduardo Baptista é praticamente imbatível. Foram sete vitórias e um empate até aqui.

O destaque negativo do jogo foi a arbitragem. O árbitro goiano André Luiz de Freitas Castro deixou de marcar o pênalti de Hudson em André no primeiro tempo – a falta foi claramente dentro da área, ele chegou a assinalar o pênalti, mas consultou o auxiliar e assinalou falta fora da área.

Mesmo atuando com três zagueiros (Rafael Toloi, Lucão e Edson Silva), o São Paulo foi vulnerável. Os problemas de posicionamento ficaram claros na hora do primeiro gol do Sport, quando Élber finalizou aos 33 minutos.

Outro problema do São Paulo foi a falta de finalização. A equipe teve boa posse de bola, movimentação razoável, mas chutou pouco. Aos 40 minutos, Alexandre Pato preferiu o drible em vez do chute e deu chance para o goleiro Danilo Fernandes fazer uma grande defesa. O time sentiu falta de uma referência na área – o próprio Pato e Centurión eram poucos efetivos.

Osorio decidiu começar do zero no segundo tempo. Trocou Edson Silva por Luis Fabiano, desfez a formação com três zagueiros e colocou um centroavante para incomodar a zaga pernambucana. O time ficou mais presente na área do rival, mas em nenhum momento mostrou força para empatar. Pelo contrário. Foi o Sport que esteve mais perto do gol nos contragolpes, principalmente com Marlone.

Esse cenário ficou dramático – e irreversível – quando Paulo Henrique Ganso foi expulso aos 37 e Luis Fabiano, aos 40 minutos. O gol de Ferrugem, após boa jogada de André, aos 47, mostrou a distância entre as duas equipes no jogo.

FICHA TÉCNICA

SPORT 2 x 0 SÃO PAULO

SPORT – Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Rodrigo Mancha), Diego Souza e (Régis); Élber (Ferrugem); Marlone e André. Técnico: Eduardo Baptista.

SÃO PAULO – Rogério Ceni; Rafael Toloi, Lucão e Edson Silva (Luis Fabiano); Thiago Mendes, Rodrigo Caio, Hudson (Boschilia); Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato e Centurión (Reinaldo). Técnico: Juan Carlos Osorio.

GOLS – Élber, aos 33 minutos do primeiro tempo; Ferrugem, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO – Renê (Sport).

CARTÕES VERMELHOS – Paulo Henrique Ganso e Luis Fabiano (São Paulo).

ÁRBITRO – André Luiz de Freitas Castro (GO).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 41.994 pagantes.

LOCAL – Arena Pernambuco, no Recife (PE).