São Paulo – O técnico Muricy Ramalho definiu o substituto para Danilo, que trocou o São Paulo pelo Kashima Antlers, do Japão. Trata-se de Cícero, um dos destaques do Figueirense no Campeonato Brasileiro de 2006 – autor de 13 gols. Seu contrato com o time catarinense vai até o dia 31 de dezembro. ?É um bom armador canhoto?, elogia o treinador do São Paulo. ?Mas ele está na lista de todo mundo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo… Cícero joga pelo lado esquerdo, do tipo que já não tem mais à disposição no futebol brasileiro. Faz gols e ainda marca?.

A diretoria do São Paulo confirma que Cícero realmente faz parte da lista de reforços. A idéia é fechar o grupo logo, se possível antes da reapresentação no dia 5 de janeiro. ?Como precisamos de poucas contratações, seria bom iniciar os trabalhos com o elenco certo?, diz Muricy. Por isso, os dirigentes correm atrás do novo camisa 10.

?Tem que ver o que é melhor para mim também. Claro que a gente não descarta nada, mas vamos ver se nessas férias a gente já acerta algo?, afirmou Cícero, animado com o interesse do São Paulo. ?Quero decidir o meu futuro até o final da próxima semana Existe o interesse do São Paulo e espero que a negociação seja concretizada?.

Mineiro sem pressa pra renovar

São Paulo -Está longe do fim a novela da renovação de contrato do volante Mineiro com o São Paulo. O jogador avisou à diretoria e aos torcedores que não tem pressa para decidir sobre seu futuro. Assim, é provável que apenas em janeiro ele anuncie se fica no Morumbi ou aceita uma eventual proposta do exterior.

?Minha prioridade é descansar e aproveitar as férias com minha família, pois tive um ano muito desgastante?, disse Mineiro, na noite de segunda-feira, após receber o troféu como um dos melhores jogadores do Brasileirão, em premiação organizada pela CBF. ?Ainda não resolvi o que vou fazer. A única coisa certa é que informações falsas têm circulado e me deixam chateado?, comentou o volante de 31 anos.

A diretoria do São Paulo já se reuniu diversas vezes com Mineiro e ofereceu mais quatro anos de contrato, além de significativo reajuste salarial.

O jogador só não teria respondido ainda porque sua esposa estaria pressionando para que aceite uma proposta do exterior (Espanha e Japão).