A corrida de São Silvestre, que chega à sua 83.ª edição no próximo dia 31, terá o número recorde de vinte mil atletas nas ruas e avenidas de São Paulo. Para dar maior conforto aos participantes no início da prova, serão determinadas diferentes áreas de largada, separando os atletas conforme o ritmo da corrida.

Serão oito áreas no total, com tempos de referência, começando com quem corre 4min30 ou menos por quilômetro, e indo até quem tem ritmo de oito minutos ou mais por quilômetro.

O objetivo é ter uma largada mais tranqüila e maior fluência no tiro de partida, que será dado em frente ao Masp, na Avenida Paulista. ?As áreas de largada não são imposição, mas apenas sugestão. A idéia é dar conforto aos atletas e esperamos a compreensão de todos?, comentou Thadeus Kassabian, diretor de operações da prova.

Essa opção já foi feita com sucesso em provas como a Maratona de São Paulo, Meia Maratona do Rio e Volta da Pampulha. A organização definiu oito áreas com marcadores de ritmo (minutos por quilômetro): 4min30 ou menos, 5min, 5min30, 6min, 6min30, 7min, 7min30 e 8min ou mais.

A prova deste ano terá novos horários de largada: 15h15 para cadeirantes e categoria especial; 16h30 para a elite feminina, e 16h45 para atletas da elite masculina e demais categorias. O percurso é o mesmo das últimas temporadas, com total de quinze quilômetros.