A Corrida Internacional de São Silvestre de 207 terá o maior número de participantes de sua história. Segundo dados da Prefeitura de São Paulo, a 83ª edição da prova contará com 20 mil corredores, 25% a mais que os 15 mil inscritos de 2006. O evento ocorre no dia 31, com largada na avenida Paulista, 1.578, em frente ao Masp.

Nesta edição, a São Silvestre terá algumas mudanças. A primeira é no horário: a largada dos cadeirantes e da categoria especial será às 15h15. A elite feminina larga às 16h30 e a elite masculina e demais categorias, às 16h45. Além disso, os participantes terão lugares específicos de acordo com seu ritmo de prova. Serão oito áreas divididas pelo tempo de referência, começando com quem leva quatro minutos e meio ou menos por quilômetro, até para quem tem ritmo superior a oito minutos por quilômetro. Segundo a Prefeitura de São Paulo, o objetivo é ter uma largada mais tranqüila e com maior fluência.

De acordo com dados da Prefeitura, a equipe de apoio da corrida reunirá 4.500 pessoas. A segurança ficará por conta de 2.500 policiais militares e mais e 250 guardas civis metropolitanos, que serão responsáveis por preservar a estrutura, que inclui sanitários, distribuição de água e fiscalização para evitar a presença de vendedores ambulantes nos 15 quilômetros de trajeto da competição. Cerca de 250 profissionais da área médica prestarão serviço no dia da corrida, e 15 ambulâncias com UTI ficarão disponíveis. A equipe médica também contará com motocicletas para atendimentos de emergência.

O trajeto continua o mesmo: após a largada na Paulista, os corredores seguem pela rua da Consolação, avenida Ipiranga, avenida São João, elevado Costa e Silva, passam em frente ao Memorial da América Latina, entram na avenida Rudge, avenida Rio Branco, Viaduto do Chá, largo São Francisco, avenida Brigadeiro Luís Antônio e voltam para a Paulista, com chegada na altura do número 900.