O SBT, Sistema Brasileiro de Televisão, não confirmou que tomará medidas legais contra a Rede Globo de Televisão, na disputa pelo direito de transmitir os jogos do Campeonato Paulista deste ano. Ontem, a imprensa paulista noticiou que a Rede Globo estaria interessada em retomar o direito de transmissão do Paulistão de 2003 e utilizaria o argumento de “preferência contratual” para impedir a transmissão dos jogos pela concorrente.

A assessoria de imprensa do SBT foi contactada pela reportagem da Agência Estado e divulgou a seguinte nota. “Em face das notícias veiculadas pela imprensa envolvendo os direitos de transmissão, por televisão aberta, dos jogos que integram o Campeonato Paulista de Futebol, Série A-1, temporada de 2003, o SBT informa que desconhece a existência de qualquer problema legal ou jurídico em relação ao contrato pelo qual adquiriu os direitos supra referidos, que se encontra vigorando em sua plenitude.”

O SBT assinou contrato com a Federação Paulista de Futebol (FPF) depois de haver a recusa, por parte da TV Globo, de uma proposta de R$ 12 milhões pelos direitos de transmissão de 12 partidas do Campeonato Estadual. A negociação entre FPF e SBT foi mais vantajosa, pois a emissora de Sílvio Santos comprometeu-se a transmitir 22 partidas durante a competição. e poderá explorar placas de publicidade em todas as partidas.