Se a Croácia espera estragar a festa do Brasil na abertura da Copa, Robert Scheidt tem a função inversa: quer superar Tonci Stipanovic para vencer o Campeonato Europeu da Classe Laser, em plena Split, casa do velejador croata. E o primeiro passo foi dado nesta terça-feira, quando o brasileiro assumiu o segundo lugar da competição.

Apenas uma regata foi disputada no segundo dia do Europeu e Scheidt manteve a regularidade chegando em terceiro – ele fez um quarto e um quinto lugares na segunda-feira. Com 12 pontos perdidos, está empatado com o líder, o inglês Nick Thompson, outro favorito ao título. Atual campeão europeu, Stipanovic caiu para a 13.ª posição, com 26 pontos perdidos.

“Tivemos um dia com ventos ainda mais fracos do que na segunda-feira, e por isso apenas uma regata foi completada. Nessas condições, todos os favoritos apresentaram muitos altos e baixos nos resultados. Era muito fácil errar e ficar do lado contrário ao vento, mas eu consegui o terceiro lugar e subi bastante na classificação geral”, contou Scheidt.

A competição em Split tem mais nove regatas até sábado, divididas entre as fases classificatória e final. Os velejadores podem descartar os dois piores resultados, um em cada etapa.