Robert Scheidt e Bruno Prada iniciam a disputa do Campeonato Mundial da classe Star no próximo dia 11, na Baía de Biscayne, próxima a Miami, nos Estados Unidos. Em busca do bicampeonato após a conquista do título inédito em Cascais, no ano passado, a dupla brasileira está treinando pesado no local das regatas desde o último dia 27. Os velejadores ficam na água, em média, seis horas por dia.

Como já é tradição no Mundial organizado pela Associação Internacional da classe Star, a competição terá apenas seis regatas a partir do dia 11, sendo que o dia 14 é de folga para as 112 duplas inscritas até o momento.

O Mundial de Miami será o quarto de Scheidt e Prada. Na estréia, em 2005, em Buenos Aires, eles terminaram em sexto. No ano seguinte, ficaram com o vice-campeonato em San Francisco e, em 2007, venceram em Cascais. ?Sabemos que dessa vez a responsabilidade será ainda maior, até porque nas edições anteriores entramos como franco-atiradores. Agora seremos alvo, assim como várias outras duplas?, aposta Scheidt.

Além de Scheidt/Prada, outras cinco duplas estão inscritas para representar o Brasil: Peter Ficker/Arthur Lopez, Lars Grael/Marcelo Jordão, Alan Adler/Ricardo Ermel, Gastão Brun/Fábio Kraiczyk e Alessandro Pascolato/Henry Booning.