Robert Scheidt e Torben Grael melhoraram nesta sexta-feira na classe Máxi do Mundial de Vela que está sendo disputado em Porto Cervo, na Sardenha, Itália. O barco dos brasileiros completou a primeira regata do dia na terceira posição e depois a seguinte na segunda, somando 15 pontos perdidos com o descarte de um oitavo lugar. Com o resultado, a embarcação dos brasileiros está na terceira colocação no geral.

Na última quarta-feira, a dupla havia caído para a quarta posição no geral. “Melhoramos bastante em relação à quarta-feira. Conseguimos acertar a regulagem do barco para o vento fraco. Na primeira regata desta sexta tivemos ventos de 15 a 17 nós, diminuindo para 9 na segunda regata”, afirmou Robert Scheidt, que é dono de quatro medalhas olímpicas e dez títulos mundiais.

Scheidt, porém, ainda se mostrou chateado com os dois oitavo lugares nas regatas de quarta-feira. “Infelizmente, os resultadas de quarta não nos ajudaram muito para conseguir brigar pela primeira colocação, mas vamos focar todos os esforços neste sábado”, prometeu o brasileiro. “Descobrimos que havia quebrado um pedaço de 20 centímetros do leme, o que dificultou muito as manobras do barco”, justificou.