Robert Scheidt não teve um bom início de campanha pelo 11.º título mundial na Laser. Nesta quinta-feira, o brasileiro obteve um terceiro e um 12.º lugares e fechou apenas no 18.º lugar o primeiro dia do Mundial da Classe Laser, que está sendo disputado no lago de Ontário em Kingston, no Canadá.

Neste início de Mundial, os mais de 150 barcos estão divididos em três flotilhas. Por isso, cada uma das regatas tem três vencedores, três segundos colocados e assim por diante. Scheidt acabou o dia com 15 pontos perdidos, enquanto Bruno Fontes, com um sexto e um quinto lugares, está com 11 pontos perdidos, no 12.º lugar.

O Mundial de Kingston terá 14 regatas, sendo duas por dia, sem medal race. Cada velejador pode descartar dois resultados. Além de Bruno Fontes e Robert Scheidt, o Brasil também está sendo representado pelo carioca João Pedro de Oliveira, que é o 117.º colocado por enquanto. A liderança é do australiano Matthew Wearn, que teve duas vitórias nesta quinta.