Neymar pode estar mesmo de saída. Um dia depois do Santos recusar uma oferta de 20 milhões de euros do Chelsea pelo atacante, o empresário do atleta, Wagner Ribeiro, garantiu nesta quarta-feira que a decisão cabe apenas ao jovem jogador de 18 anos. E se ele quiser se transferir para o futebol inglês, disse Ribeiro, a negociação será feita.

Uma reunião nesta quarta-feira entre o empresário, os pais de Neymar e alguns dirigentes do Santos deve definir o futuro do jogador. “Hoje (quarta) tenho uma reunião com os pais de Neymar e com o Santos. O mais importante nesta história é a vontade de Neymar. Se ele quiser sair, vamos negociar. A convicção do que ele quer será o determinante”, enalteceu o empresário ao Sportv.

E na opinião de Ribeiro, são grandes as chances do jogador ter gostado da proposta. “Qualquer um ficaria balançado. Imagina então um garoto de 18 anos, que recebe uma proposta de 20 milhões de euros para morar em um país maravilhoso e jogar em um grande campeonato. É lógico que a proposta balança”, garantiu. “Precisamos ver qual o projeto do Santos. Se ele quiser sair, sentaremos com a diretoria do clube e conversaremos, porque a proposta é vantajosa”.

Sobre a recusa do Santos, o empresário explicou que ela seria preponderante se a proposta partisse de um time de menor expressão. “Sempre disse que as coisas seriam diferentes se a proposta viesse de uma equipe de renome”. Ribeiro ainda valorizou a oferta de 20 milhões de euros. “O Dí Maria foi para o Real Madrid por 25 milhões de euros. Está na média”.

Ribeiro ainda minimizou a imaturidade de Neymar em uma possível transferência para o Chelsea. Para o empresário, um atleta nunca está totalmente pronto quando chega ao futebol europeu. “Um jogador nunca estará pronto para ir para a Europa independentemente de sua idade, por conta da estrutura, de aspectos culturais. Ele precisa apenas se adaptar bem quando chegar lá”, finalizou.