A seleção brasileira chegou na noite desta quarta-feira a Doha, capital do Catar, onde realizará no sábado o amistoso contra a Inglaterra. Três jogadores convocados pelo técnico Dunga ainda não se apresentaram, mas apenas a ausência do zagueiro Juan foi uma surpresa. A Roma, clube do defensor, já tinha avisado que vetaria a viagem do jogador por considerar que ele está lesionado.

A CBF, apesar de não justificar a ausência de Juan, deixou claro em seu site oficial que não gostou do veto da Roma. “Todos participaram do jantar (após a chegada), à exceção de zagueiro Juan, que não foi liberado pelo Roma. Juan permanece convocado pela comissão técnica para os amistosos contra Inglaterra e Omã”, diz a nota da confederação.

O goleiro Doni e o meia Júlio Baptista, que também atuam pela Roma, se apresentaram normalmente. Contudo, o time italiano também chegou a pedir a liberação do arqueiro. Tanto Juan como Doni não foram relacionados para o clássico do último domingo da Roma contra a Inter de Milão. O motivo, segundo a equipe romana, foi que ambos não tinham condições de atuar.

Além de Juan, não se apresentaram em Doha o meia Alex e o zagueiro Thiago Silva. O primeiro deve chegar ainda na noite desta quarta vindo de Moscou, na Rússia, onde atua pelo Spartak. Já o defensor do Milan espera a liberação de seu visto para entrar no Catar, já que foi convocado apenas na tarde desta quarta, devido ao corte de Luisão, do Benfica.

A expectativa é de que Alex e Thiago Silva já estejam em Doha para o treinamento desta quinta-feira, no Estádio Khalifa, local do jogo contra a Inglaterra no sábado, às 15 horas (de Brasília). Depois de enfrentar os ingleses, o Brasil continua no Oriente Médio para encarar a seleção de Omã em seu país. Na capital Mascate, os brasileiros voltam a campo ao 12h30 da próxima terça.