A seleção masculina de basquete não teve na noite deste sábado a facilidade que encontrou na sexta-feira para derrotar o Uruguai. Em novo amistoso disputado contra os uruguaios, desta vez no Ginásio Tesourinha, em Porto Alegre, o Brasil chegou a abrir 19 pontos de vantagem, mas sofreu para confirmar a vitória por 73 a 68.

Assim como foi na sexta, em Santa Cruz do Sul (RS), a equipe brasileira foi novamente comandada pelo assistente-técnico João Marcelo Leite. Os jogos servem de preparação para o Sul-Americano, no qual João Marcelo também estará à frente da seleção. Já o treinador argentino Rubén Magnano ainda não fez a sua estreia e viu o jogo das arquibancadas neste sábado.

Após o triunfo fácil no primeiro amistoso, por 72 a 50, João Marcelo mudou quase toda a equipe, mantendo apenas o pivô Murilo. Assim, o Brasil sentiu a falta de jogadores mais experientes e viu o modesto Uruguai ameaçar a vitória. No início, a seleção controlava bem o jogo, mas o time sofreu um “apagão” no último quarto.

Com o uruguaio Mauricio Aguiar inspirado, a equipe visitante reagiu e cortou uma diferença de 19 pontos para apenas cinco. Além disso, o Uruguai chegou perto dos 70 pontos, enquanto João Marcelo queria que o Brasil não deixasse o adversário passar dos 60 pontos marcados. A seleção só se recuperou nos últimos minutos, quando manteve a calma para selar a vitória.

Se Aguiar foi o cestinha do jogo, com 31 pontos, o destaque pelo lado brasileiro foi o armador Duda, do Flamengo, que marcou 19 pontos. O pivô JP Batista também foi bem e anotou 12 pontos. Já o ala Arthur contribuiu com mais dez pontos.

Assim como nos amistosos, a seleção brasileira também disputará o Sul-Americano sem os seus principais jogadores, com um time B. A competição continental acontece entre os dias 26 e 31, em Neiva, na Colômbia, e dá quatro vagas para o Pré-Olímpico, além de classificar três times para os Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México.