A seleção brasileira feminina de vôlei conquistou mais uma vitória na noite desta terça-feira, na série de amistosos contra os Estados Unidos. Após ganhar as duas primeiras partidas por 3 sets a 2, o Brasil foi melhor e venceu por 3 a 0 (25/20, 25/12 e 25/22), em jogo disputado no Ginásio Moringão, em Londrina (PR).

O confronto marcou a volta da oposto Sheilla, que ficou de fora dos dois primeiros amistosos. Recuperada de uma luxação no dedo anelar da mão direita, a jogadora não só retornou como foi um dos destaques da seleção. Com 16 acertos, ela foi a maior pontuadora do time ao lado da também oposto Natália.

Para Sheilla, a vitória com facilidade veio porque a equipe cometeu poucos erros. “Sacamos bem. Também bloqueamos e defendemos com eficiência. Hoje (terça) também cometemos um número menor de erros. O time está numa crescente e está no caminho certo para o Mundial”, comentou a oposto, se referindo à competição no Japão.

A análise da partida foi parecida com a de Zé Roberto, que completou 250 jogos pela seleção. “Foi nossa melhor apresentação nesses amistosos até aqui. Não cometemos tantos erros. Mesmo assim, estou sempre com o alerta ligado porque não podemos ter essas alternâncias de qualidade em nossas apresentações”, disse o treinador.

“Precisamos evoluir e melhorar de produção. Hoje, sacamos bem e tivemos uma boa apresentação na defesa e no bloqueio. Nosso comportamento em quadra também foi excelente. Jogamos com concentração. Gostaria que fosse sempre assim, mas a equipe ainda está oscilando”, completou Zé Roberto.

Na sequência de sua preparação para o Mundial do Japão, que acontece de 29 de outubro e 14 de novembro, o Brasil ainda enfrenta os Estados Unidos mais uma vez. Agora, a seleção pega o time norte-americano na cidade de Arapongas (PR), no Ginásio Luiz Augusto Zin, às 20 horas desta quarta.