O Brasil não poderia ter estréia mais positiva no Mundial de Futsal. Na manhã desta terça-feira, pela primeira rodada da edição de 2008 da competição, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, a equipe do técnico Paulo César de Oliveira atropelou o Japão e goleou com facilidade por 12 a 1.

Os japoneses entraram em quadra determinados, chegaram a manter a posse de bola, mas encontraram um Brasil inteligente, que respondia bem às tentativas de ataques do rival e trabalhava as jogadas com paciência.

O técnico PC começou a partida com o ídolo Falcão, principal nome da modalidade no País, na reserva. Não era apenas menosprezo aos japoneses, mas sim poupar o camisa 12. Apesar das dificuldades normais de uma estréia, deu certo.

Os gols foram marcados por Lenísio (2), Marquinho, Falcão (2), Wilde, Ari (2), Schumacher (2), Betão e Ciço, para o Brasil, e Osodo o tento de honra da seleção japonesa. O atleta Inaba (Japão) foi expulso na segunda fase após receber cartão amarelo por ter feito falta violenta.

O dilatado placar deve deixar a seleção brasileira na liderança do grupo A da Copa do Mundo de Futsal. O time do técnico PC volta amanhã, às 10h30 (de Brasília), quando enfrenta as Ilhas Salomão, novamente em Brasília. No mesmo ginásio, só que somente no sábado, o Japão tentará se recuperar contra os mesmos rivais dos mandantes.

Em oito edições do Mundial de Futsal, cuja organização passou a ser de responsabilidade da Fifa apenas em 1989 (antes era da extinta Fifusa), o Brasil venceu cinco. Entretanto, a hegemonia ficou para trás e o País não vence desde 1996. A Espanha é a atual bicampeã (2000 e 2004), com o Paraguai completando a lista de vencedores, campeão em 1988.