Depois da boa atuação no primeiro treino coletivo com o grupo completo para a Copa América, realizado no último domingo, a seleção brasileira não repetiu o bom futebol na tarde desta terça-feira, quando o técnico Mano Menezes repetiu a atividade. Mesmo mantendo os mesmos jogadores, o time titular não conseguiu sair do 0 a 0 com os reservas durante os 47 minutos de jogo em um dos campos do Hotel Sofitel La Reserva Cardales, onde a delegação está concentrada, a cerca de 60 quilômetros de Buenos Aires.

Assim como tinha acontecido no coletivo de domingo e no treino tático de segunda-feira, Mano Menezes escalou a seleção no trabalho desta terça-feira com Julio Cesar; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires e Paulo Henrique Ganso; Robinho, Alexandre Pato e Neymar. Dessa vez, porém, faltou inspiração para os titulares. O ritmo de jogo foi lento, sem muitas chances de gol – as melhores aconteceram em sequência, com Pato e Neymar, mas o goleiro Jefferson fez duas defesas excelentes.

No coletivo desta terça-feira, Mano Menezes parou a atividade algumas vezes, principalmente para acertar a marcação sob pressão na saída de bola adversária. Ele, no entanto, não mexeu na equipe titular durante o treino.

O treino também foi acompanhado por cerca de 20 crianças – algumas estudam no colégio próximo e outras são filhos de funcionários do hotel -, que puderam ver o trabalho da seleção e ainda tiveram a chance de pedir autógrafos para Robinho, Neymar e Pato.

Nesta quarta-feira, a seleção brasileira volta a treinar apenas no período da tarde, quando Mano Menezes não permitirá a presença da imprensa nos 40 minutos iniciais da atividade. Assim, ele espera preparar algumas surpresas para a Venezuela, adversária de estreia do Brasil na Copa América, em jogo marcado para domingo, em La Plata, na Argentina.