A seleção feminina brasileira de basquete desembarcou nesta quarta-feira na França, onde irá iniciar a sua preparação em solo europeu para o Mundial da República Checa, que será realizado entre 23 de setembro a 3 de outubro.

Depois de desembarcar em Paris, a equipe comandada pelo técnico Carlos Colinas seguiu para Rennes, de onde partirá de ônibus para Fougeres, cidade que receberá um amistoso que o Brasil fará contra a seleção de Mali, no próximo sábado.

Após disputar o confronto, a seleção brasileira viajará para Beauvais, onde participará de um torneio internacional amistoso que também contará com a presença de Argentina, França e Japão, entre os dias 16 a 18 de setembro.

“Estou muito animada e a expectativa é grande. Tento não pensar em corte, mas sim em aproveitar ao máximo a oportunidade de treinar com a equipe adulta, com jogadoras experientes. A fase de preparação no Brasil foi um grande aprendizado e os jogos na França vão me dar mais bagagem internacional”, afirmou a armadora Tássia Carcavalli, de apenas 18 anos, durante o desembarque do Brasil.

ELENCO INCOMPLETO – Também nesta quarta-feira, a seleção brasileira informou que não poderá contar ainda com a ala Iziane e a pivô Érika, já que o time das duas jogadoras, o Atlanta Dream, avançou à final da WNBA, a liga profissional de basquete dos Estados Unidos, na última terça à noite.

A equipe das brasileiras sagrou-se campeã da Conferência Leste ao derrotar o New York Liberty por 105 a 93, fechando em 2 a 0 a melhor de três confrontos entre os dois times. Com isso, elas disputarão a finalíssima da WNBA a partir do próximo domingo. A decisão, em melhor de cinco jogos, poderá ter um eventual quinto duelo no dia 21, fato que inviabilizaria a participação das duas brasileiras no início do Mundial, que começa no dia 23.

O Brasil integrará o Grupo C da competição na República Checa, com sede na cidade de Brno, e terá como adversários Coreia do Sul, Espanha e Mali na primeira fase. A estreia será diante das sul-coreanas, no dia 23.