A seleção brasileira masculina começou a temporada 2016 do polo aquático com vitória. Nesta terça-feira, em Yokohama, no Japão, a equipe venceu o Casaquistão por 19 a 7, na fase preliminar e intercontinental da Liga Mundial, com destaque para os quatro gols marcados por Josip Vrlic, croata naturalizado brasileiro.

O Brasil fechou o primeiro período da partida vencendo por 6 a 0, ampliou a vantagem para 10 a 2 ao fim do segundo, manteve a vantagem em oito gols ao término do terceiro – 13 a 5 – e encerrou o duelo com o placar dilatado de 19 a 7.

Além dos quatro gols de Josip, a equipe também marcou com Bernardo Gomes (três), Ádria (3), Salemi (3), Perrone (dois), Jonas, Guilherme, Charuto e Grummy. O destaque do Casaquistão foi Rustam Ukumanov, autor de três gols.

“O Casaquistão não está no mesmo nível que nós. Então, eu não estava pensando no resultado, mas esperava uma equipe mais organizada. Não estou muito satisfeito com a forma como temos jogado em algumas partes dos jogos. Às vezes, não somos muito bons na defesa, o que me dá algo para conversar com os jogadores. Precisamos jogar contra algumas equipes mais fortes agora, e isso vai nos dar uma melhor indicação sobre o estado do nosso jogo”, afirmou o técnico da seleção brasileira, o croata Ratko Rudic.

Essa fase preliminar da Liga Mundial vai até o próximo domingo em Yokohama e classifica quatro das seis seleções participantes para a Super Final do torneio, além da China, por ser anfitriã da fase decisiva da competição. Na prática, portanto, o triunfo desta terça-feira será suficiente para assegurar a passagem do Brasil para a Super Final.

O próximo compromisso do Brasil em Yokohama vai ser nesta quarta-feira, às 4 horas (de Brasília) diante da Austrália. Depois, a equipe terá pela frente a China (dia 12), os Estados Unidos (dia 13) e o Japão (dia 14). A final e a disputa do terceiro lugar vão ser no próximo domingo.

Em Yokohama, o Brasil segue sem poder contar com o goleiro Slobodan Soro, pois a Federação Internacional de Natação ainda não autorizou a naturalização do sérvio. No ano passado, a seleção ficou em terceiro lugar na Super Final da Liga Mundial.