O Cruzeiro muito dificilmente vai ter Diego Souza, um dos seus principais reforços para a temporada, no clássico contra o Atlético-MG, neste domingo, na reabertura do Mineirão. Isso porque o jogador, para poder atuar, precisaria ser inscrito até esta quinta-feira. As chances de isso acontecer, porém, são remotas.

Isso porque o Al-Ittihad, último clube de Diego Souza, não quer liberar a documentação do jogador. O meia foi comprado do Vasco, em meados do ano passado, mas ficou sem receber salários no mundo árabe. Por isso, conseguiu a liberação na Fifa. Mas o Al-Ittihad, insatisfeito com a situação, agora cobra que o Cruzeiro pague pela transferência.

De acordo com a diretoria do Cruzeiro, o caso não andou nos últimos dias e por isso a CBF já foi acionada para que comunicasse o problema à Fifa. Até lá, Diego Souza não pode estrear.

A primeira opção de Marcelo Oliveira passa a ser Ricardo Goulart, que teve sua situação regularizada nesta quarta-feira. O jogador vindo do Goiás quer mostrar serviço no clássico. “Tenho a consciência que tenho a possibilidade de jogar, mas estou tranquilo e, se pintar a oportunidade, vou fazer de tudo para mostrar o meu trabalho”, disse.