Depois da derrota por 2 a 0 para a Chapecoense, no domingo, o Palmeiras tem mais um adversário na cidade de Chapecó: o mau tempo. A delegação palmeirense não consegue deixar a cidade catarinense e já estuda a possibilidade de adiar o jogo contra o Botafogo, marcado para quarta-feira, em Presidente Prudente.

A programação inicial era de que o Palmeiras treinasse em São Paulo nesta segunda-feira, às 14h, e depois viajasse para Presidente Prudente. Mas, até às 15h, o time sequer havia conseguido sair de Chapecó, por causa de condições climáticas desfavoráveis. Jornalistas que viajaram para cobrir a partida também tiveram dificuldades para retornar a São Paulo.

No ano passado, três jogos pela Série B que tinham o mando da Chapecoense tiveram que ser adiados porque as equipes adversárias não conseguiram chegar em Chapecó.

O departamento jurídico do Palmeiras vai estudar a possibilidade de pedir para a CBF o adiamento da partida contra o Botafogo, já que o time deve conseguir chegar em São Paulo só no começo da noite desta segunda-feira e já terá que viajar para Presidente Prudente. O jogo seria realizado no Pacaembu, mas teve que ser mandado para o interior porque o estádio já foi entregue para a Fifa.