O Atlético Mineiro estreia no returno do Campeonato Brasileiro, a 20.ª rodada, com um duelo com ares de decisão. Há quatro jogos sem vencer e quatro pontos atrás do líder Corinthians, o time alvinegro encara o Palmeiras neste domingo, às 18h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, precisando da vitória para seguir na briga pela taça da competição.

“Esse é um jogo que vale título. A importância é essa. O torcedor tem comparecido e tenho a certeza que vai estar lá. Por isso não podemos dar a chance de deixar o torcedor impaciente. Com eles ao nosso lado, pode ficar mais fácil”, comentou o técnico Levir Culpi.

Em campo, o treinador optou por fazer mistério. A principal dúvida está no setor ofensivo. Dátolo, Thiago Ribeiro e Guilherme brigam por uma vaga ao lado de Giovanni Augusto, Luan e Lucas Pratto. Na zaga, Edcarlos entra na vaga de Leonardo Silva, suspenso.

Na lateral direita, Marcos Rocha completará 200 partidas com a camisa do Atlético e deverá receber uma homenagem. “É uma marca que me orgulha muito. Devo tudo que conquistei profissionalmente ao Atlético. Cheguei nas categorias de base do clube em 2006, ou seja, já é quase uma década de vínculo. A admiração e respeito que tenho pelo Galo é incondicional, todos sabem disso”, afirmou o jogador.