A semana deverá ser decisiva para a liberação das primeiras parcelas do quarto financiamento firmado entre a CAP S/A e a Fomento Paraná, no valor total de R$ 65 milhões. O documento que trata da Arena da Baixada como garantia para obter o montante está em fase final de análise dos técnicos do banco estadual e, se houver a validação, o contrato deverá ser assinado nos próximos dias. O montante deverá ser liberado em parcelas de acordo com a medição da Price Waterhouse e com as prioridades que o comitê gestor, que está tocando as obras desde o final de janeiro, determinar.

Nesta semana também estava prevista mais uma visita do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, ao canteiro de obras da Arena da Baixada, mas o dirigente da entidade máxima do futebol mundial, cancelou a vinda para Curitiba e decidiu apenas se reunir com a sua equipe de trabalho no Rio de Janeiro. O cancelamento da visita de Valcke deu uma certa tranquilidade aos organizadores do Mundial em Curitiba.