O Figueirense recebe o Avaí nesta quarta-feira, às 21 horas, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, no clássico de maior rivalidade em Santa Catarina e com alguns ingredientes a mais para apimentar a partida válida pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Atualmente, um ponto separa as duas equipes na tabela de classificação. Um ponto que pode custar um lugar na zona de rebaixamento. O Figueirense está na 16.ª colocação, com 27 pontos, e o Avaí é o 18.º, com 26. Apesar de estar melhor, o time da casa não vence há quatro jogos, sendo que foram três derrotas. A equipe celeste, após perder três jogos consecutivos, conseguiu a reabilitação na última rodada ao derrotar o Goiás por 2 a 1, com um gol aos 48 minutos do segundo tempo.

Para deixar a zona de rebaixamento, o Avaí precisa, além da vitória, contar com tropeço do Coritiba ou do Goiás, que enfrentarão Flamengo e Ponte Preta, respectivamente. Um empate no clássico, no entanto, pode deixar os dois catarinenses na degola.

Para a partida, o Figueirense contará com os retornos do volante Dener, do meia Yago e do atacante Clayton, poupados contra o Palmeiras por conta de cansaço muscular. O trio treinou normalmente durante a semana e deve entrar em campo. Além deles, o lateral-esquerdo Marquinhos Pedroso retorna de suspensão. A única ausência será do lateral-direito Leandro Silva, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Sueliton será o substituto.

No Avaí, o técnico Gilson Kleina não deve ter problemas na escalação. Sem jogadores suspensos, a única dúvida é a presença do meia Marquinhos, que tem problema crônico no joelho esquerdo, e será avaliado momentos antes da partida.

Será a quinta vez que Figueirense e Avaí se enfrentam na atual temporada. Até agora, o clássico segue equilibrado com dois empates, uma vitória do Figueirense por 2 a 0 e um triunfo do Avaí por 1 a 0.