Santos – O Santos promete mudar radicalmente de cara nos dois últimos jogos do Brasileiro e Serginho, que assume o comando interinamente, vai conversar ao seu modo hoje pela manhã com os jogadores. Ele era o auxiliar-técnico e tem livre trânsito no grupo que acabou provocando a queda de Nelsinho Baptista. Está sempre brincando com todos, participa dos treinamentos em que ainda mostra seu talento de artilheiro e a partir de agora vai exigir que o time encerre sua participação no Brasileiro com dignidade.

Por outro lado, os dirigentes continuam os contatos para a contratação de um novo treinador para a próxima temporada e o nome de Muricy Ramalho é o menos difícil da lista que tem também Vanderlei Luxemburgo, caso seja dispensado do Real Madrid, e de Emerson Leão, que tem ainda um longo contrato com o Palmeiras.

Assumir o comando técnico de times em momentos difíceis não é novidade para Serginho e desta vez a preocupação é dupla: ele tenta recuperar a equipe mas terá de encarar a "nervosa" torcida santista, ume vez que a equipe já cumpriu as suspensões impostas e o time vai reencontrar a sua insatisfeita torcida.