Não só o ataque do Atlético estará em prova de fogo hoje, contra o Goiás, na Arena da Baixada. O técnico Sérgio Soares também precisa de um bom resultado para ter uma semana mais tranquila.

Há dois jogos no comando do Furacão, o treinador empatou em sua estreia contra o Vasco e foi derrotado frente ao Santos. Ainda sem conhecer vitória, ele garante que a ansiedade ainda não foi sentida.

“Não estou ansioso. Estou esperançoso, como todos, para que possamos fazer o resultado e conseguir os três pontos. Isso é normal de quem quer vencer”, declarou.

O treinador não quis revelar a estratégia para conquistar a primeira vitória e, por isso, fechou o treinamento de ontem. O objetivo de Soares é tentar surpreender o Goiás, que, segundo ele, jogará todo recuado.

Segundo o técnico, uma das táticas é ter paciência, mesmo que a torcida na goste da postura tática que poderá ver em campo hoje. “Tem que ter tranquilidade. Estamos jogando em casa, sabendo que precisamos fazer o resultado. O torcedor pode ficar impaciente, pois será um jogo dificílimo, mas o jogador não pode querer atacar de qualquer jeito”, alertou.

A fim de tentar ainda tirar vantagem sobre o Goiás, o treinador quer muito toque de bola para fazer o adversário cansar. O clube esmeraldino enfrentou o Peñarol (URU) na quarta-feira passada, pela Copa Sul-Americana, e Soares quer explorar o desgaste maior que o time de Jorginho teve em relação ao seu, que trabalhou focado apenas no Goiás.

“Tem que saber jogar, pressionar, fazer o adversário correr atrás. Para isso tem que ficar com a posse da bola. Fazer o adversário correr mais, por ele ter jogado no meio da semana. Precisamos fazer isso se tornar uma vantagem”, afirmou.