Embalado pela vitória sobre a Ponte Preta, o Operário buscava entra no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, sem contar com alguns dos seus principais jogadores, o Fantasma sofreu e acabou empatando com o Botafogo-SP, em 1×1, no último minuto, na noite desta terça-feira (24), no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Para a partida, o técnico Gerson Gusmão não contava com o lateral-direito Maílton e o zagueiro Alisson, suspensos. E, logo no início, o treinador perdeu o experiente Danilo Báia, tendo que improvisar o volante Chicão no setor com apenas 16 minutos. Sem criatividade e postado somente no setor defensivo, o time paranaense acabou sendo encurralado pelos paulistas na primeira etapa. Aos 19, quase Marlon Freitas abriu o placar em uma paulada já dentro da área.

Foto: Raul Ramos/Agência Botafogo.
Foto: Raul Ramos/Agência Botafogo.

Mas, foi dez minutos depois que o time da casa balançou as redes do Operário. Em uma falha do goleiro Rodrigo Viana, que saiu mal do gol após cobrança de escanteio, a bola sobrou para o atacante Bruno Moraes, que chutou firme e abriu o placar no estádio Santa Cruz. O Fantasma só conseguiu sair para o ataque nos minutos finais e quase empatou em uma bomba de Cleyton. A bola explodiu no travessão.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

No segundo tempo, o Fantasma cresceu e passou a povoar mais o campo do adversário. A equipe de Gerson Gusmão teve mais posse de bola, controlou bem o jogo e construiu as oportunidades. No entanto, o gol só foi sair no minuto final. O zagueiro Lázaro marcou de cabeça e deixou o Fantasma ainda na cola do G4.

Ficha técnica

SÉRIE B
2º Turno – 24ª Rodada

BOTAFOGO-SP 1X1 OPERÁRIO

Botafogo-SP
Darley; Lucas Mendes, Luiz Otávio, Didi e Pará; Pablo, Marlon Freitas e Murilo Henrique; Júlio César (Bruno José), Bruno Moraes (Henan) e Diego Gonçalves (Willian Oliveira).
Técnico: Hemerson Maria

Operário
Rodrigo Viana; Danilo Baia (Chicão), Lázaro, Rodrigo e Julinho; Jardel, Índio, Marcelo e Cleyton (Felipe Alves); Felipe Augusto e Lucas Batatinha (Cléo Silva).
Técnico: Gerson Gusmão

Local: Santa Cruz (Ribeirão Preto-SP)
Árbitro: Ronei Cândido Alves (MG)
Assistentes: Marcus Vinicius Gomes (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)
Gols: Bruno Moraes aos 29′ do 1ºT;
Cartões amarelos: Índio, Lázaro (OPE); Bruno Moraes, Júlio César, Luiz Otávio, Pará (BOT);