Está encerrada a primeira fase do Campeonato Paranaense da Série Prata. Os seis classificados ao hexagonal decisivo do torneio, entretanto, não são todos conhecidos. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) é que vai definir o dono da sexta vaga, entre Fanático (15 pontos) e Império Toledo (14). O primeiro pode perder seis pontos pela escalação irregular de quatro jogadores. Se for penalizado, deixa a vaga para o Império.

Os outros cinco finalistas são Foz do Iguaçu, Cascavel, Portuguesa Londrinense, Águia e Engenheiro Beltrão. O Operário Ferroviário, um dos mais tradicionais times do estado, foi eliminado.

No gramado, a etapa inicial da segunda divisão estadual terminou ontem, com cinco jogos. O destaque foi a vitória do Fanático, que quebrou a invencibilidade do Foz (o único que ainda não perdera), por 2 x 1, em Campo Largo. O dono da casa venceu com gols de Gaúcho e Cristiano, contra um de Márcio para o Foz.

Em Ponta Grossa, o Operário, a quem bastava uma simples vitória, perdeu para o Império Toledo, por 1 x 0. Adão foi o artilheiro, aos 24 minutos do primeiro tempo. Além da desclassificação, a torcida local lamentou um choque do zagueiro Fernando com um adversário, que causou a hospitalização do jogador do Operário.

Ao contrário dos ponta-grossenses, o Cascavel confirmou sua esperada classificação batendo o CPF, por 3 x 0, em Fazenda Rio Grande. Ao sofrer dois gols de Tiago e um de Jones, o time da Região Metropolitana de Curitiba deixou a Série Prata com dez derrotas e nenhum ponto. No grupo B, as vagas já tinham dono: Portuguesa Londrinense, Águia e Engenheiro Beltrão. Este último, animado, goleou o Noroeste por 6 x 1. Já a Platinense, mesmo eliminada, derrotou o Águia, por 1 x 0. Do site www.futebolpr.com.br