As confusões entre jogadores, dirigentes e torcedores de Serrano e Cianorte, no último domingo, podem custar caro aos time de Prudentópolis. De acordo com o vice-presidente da Federação Paranaense de Futebol , Amilton Stival, o relatório do árbitro Cleber de Jesus Ludwig foi repassado ao Tribunal de Justiça Desportiva na 3.ª feira.

Palco da briga, o Estádio Newton Agibert corre risco de ser interditado pela FPF. Já o Serrano irá a julgamento e pode ser condenado com a perda de mandos de campo no Estadual, como disse o diretor da FPF. “O presidente do tribunal passará os documentos ao procurador, que fará a denúncia. Acredito que o processo demore uns 10 dias pra ser julgado”, ressaltou.

E se depender do retrospecto, o time da terra da linguiça pode se complicar de vez na competição. Em 12.º lugar, com apenas 7 pontos ganhos em 9 jogos. A pontuação conquistada até o momento – duas vitórias e um empate, foram em seu reduto.

Bom visitante

Longe do Newton Agiberto, o Serrano é a alegria da torcida da casa. Foram 5 jogos e 5 derrotas, com apenas 1 gol marcado e 14 tomados. A equipe de Prudentópolis teria ainda mais dois jogos em casa – Rio Branco e Paraná.