A russa Maria Sharapova confirmou o seu favoritismo e se classificou para as semifinais de Wimbledon com uma excelente atuação. Nesta terça-feira, a sexta colocada do ranking da WTA massacrou a eslovaca Dominika Cibulkova, número 24 do mundo e algoz da dinamarquesa Caroline Wozniacki, por 2 sets a 0, com um duplo 6/1.

Campeã de Wimbledon em 2004, Sharapova é a única tenista que faturou o título do Grand Slam londrino anteriormente que permanece viva no torneio após as eliminações das irmãs norte-americanas Serena e Venus Williams na segunda-feira. Cabeça de chave número 5, a russa ainda não perdeu sets neste ano em Wimbledon.

Na partida desta terça-feira, Sharapova não deu qualquer chance a Cibulkova, chegando a vencer oito games seguidos entre o primeiro e o segundo set. A russa terminou o jogo com 23 winners e 10 erros não-forçados contra três bolas vencedoras e 11 equívocos da eslovaca, que conseguiu confirmar o seu serviço apenas uma vez.

Na primeira parcial, a tenista russa conseguiu quebras no terceiro, quinto e sétimo games para triunfar por 6/1. Embalada, Sharapova abriu 2/0 na segunda parcial com uma quebra de serviço no segundo game. Cibulkova ainda esboçou uma reação e conseguiu uma quebra no terceiro game, mas não conseguiu confirmar seu serviço em seguida. Sharapova obteve nova quebra no sexto game e depois fechou a parcial com um novo 6/1 e o jogo em 2 sets a 0.

Após o título de Wimbledon em 2004, Sharapova parou nas semifinais em 2005. Agora, ela vai encarar a alemã Sabine Lisicki, número 62 do mundo, que venceu a francesa Marion Bartoli nesta terça-feira e antes havia passado pela chinesa Na Li. Neste ano, elas se enfrentaram em Stuttgart e Lisicki triunfou.