Maria Sharapova terá mais uma chance de vencer o Torneio de Madri neste domingo. Após ser vice em 2013, ao ser derrotada por Serena Williams, a tenista russa conquistou neste sábado nova vaga na decisão da competição espanhola, disputada no saibro, ao superar a polonesa Agnieszka Radwanska por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4.

Para alcançar a final, Sharapova dominou novamente Radwanska, feito recorrente nas últimas partidas entre as duas tenistas – a russa tem 10 vitórias em 12 partidas contra a rival. Apesar das oscilações, que custaram três quebras de saque à Sharapova, ela se impôs diante da terceira cabeça de chave e fechou a partida após sete quebras e 1h08min de duelo.

No domingo, a russa disputará sua 53ª final de simples na carreira, na tentativa de acumular seu 31º título. Curiosamente, ela vem se destacando no saibro. Cinco dos últimos seis troféus conquistados foram na terra batida, incluindo Roland Garros, em 2012.

Para manter a boa sequência no saibro, Sharapova terá que passar pela romena Simona Halep, uma das revelações do circuito nos últimos meses. Neste sábado, ela eliminou a checa Petra Kvitova, campeã em Madri há três anos, de virada, pelo placar de 6/7 (4/7), 6/3 e 6/2.

Em ascensão, Halep foi eleita a revelação de 2013 e vem acumulando bons resultados desde o segundo semestre da temporada passada. Neste ano, ela se sagrou campeã no piso duro de Doha e foi semifinalista em Indian Wells, também em superfície rápida. Em Madri, a atual número cinco do mundo quer brilhar também no saibro, em busca do 8º título na carreira.