O técnico Silas elogiou o grupo de jogadores do Flamengo, mas ressaltou a necessidade da equipe mudar a sua postura para se recuperar no Campeonato Brasileiro. Na noite de quarta-feira, o time carioca perdeu para o São Paulo por 2 a 0, fora de casa, acumulou a sexta partida sem vitória e agora está apenas na 16ª colocação, com 22 pontos.

“Quem está no Flamengo tem condições de entrar em campo. Estou sem Diogo e Leo Moura, mas espero uma evolução. Vamos jogar em casa e espero que essa derrota de hoje traga uma revolução dentro de cada atleta, do grupo, para podermos reverter este quadro”, afirmou.

Insatisfeito com o rendimento da equipe no começo do jogo, Silas trocou Corrêa por Vinicius Pacheco aos 21 minutos do primeiro tempo. O treinador justificou a troca, que não surtiu o efeito esperado, já que o Flamengo não conseguiu reagir e foi derrotado pelo São Paulo por 2 a 0.

“O Correa vinha jogando. Enfrentou Guarani, Cruzeiro e Santos, mas estávamos atrás e não conseguíamos sair da defesa. Como ele vinha atuando mais vezes, dos três, ele é um pouco mais lento e por isso coloquei o Pacheco, para dar velocidade. Deixei o Toró, que é mais rápido e o Willians, que puxei para arrancar”, disse.