Não houve filas, mas a procura pelos ingressos “casados” para os jogos frente a Náutico e Coritiba atendeu às expectativas dos dirigentes. A venda antecipada nunca foi o forte do Paraná Clube, mas ontem pelo menos cem pacotes foram vendidos e até reservas foram feitas na sede da Kennedy. A diretoria acredita que poderá quitar parte dos débitos com os atletas a partir dessa mobilização.

São seis mil ingressos, que gerariam uma receita de R$ 725 mil. “Com isso, poderemos pagar todos os atrasados, pois já levantamos um bom montante em outras frentes”, disse o presidente Aquilino Romani, sem citar valores. Caso os seis mil não sejam 100% comprados, o Tricolor avalia que se comercializar 50% deles já poderá encaminhar a solução do problema financeiro.

O ingresso de apoio custa R$ 100 (curva norte, reta do relógio e camarotes) e R$ 150 (sociais e cadeiras) e dá acesso aos dois próximos jogos do time pela Série B, partidas decisivas, contra concorrentes diretos. “Além do apoio financeiro, precisamos do apoio moral. Com o torcedor na arquibancada, será mais fácil buscarmos as vitórias. E, esses jogadores merecem o incentivo”, disse o presidente do conselho deliberativo, Benedito Barboza.