Artilheiro da Série B com 17 gols marcados e o principal nome do Londrina na competição, o atacante Dagoberto tem tudo para ficar no Tubarão em 2019. O atleta, aliás, é a principal aposta do Alviceleste para, depois de três temporadas seguidas batendo na trave, enfim, conseguir a vaga na Série A.

+ Leia também: Dagoberto não quer jogar o Campeonato Paranaense

“Conversei com ele semana passada e no domingo tivemos outra conversa. Ele gostaria de ficar aqui, até porque a família se ambientou muito bem, agora nasceu a filha. Só que ele gostaria de passar o verão na praia com a família, queria voltar no fim de fevereiro para começar os trabalhos para o Brasileiro”, explicou Sérgio Malucelli, gestor do Londrina.

+ Mais na Tribuna: Tubarão ‘abre mão’ de disputar o Paranaense

A ideia bate com o plano de desinchar a folha salarial durante o Paranaense. Cerca de seis jogadores, além do técnico Roberto Fonseca, serão emprestados ao Novorizontino, que disputa o Paulistão no primeiro trimestre. Hoje, portanto, apenas dois cenários afastariam Dagol do Tubarão.

“O que falei pra ele: ‘se receber proposta de clube do exterior ou Série A, não tem nem que o que pensar, tem que ir’. Então vamos aguardar, mas a princípio está bem encaminhado para ficar aqui”, garantiu Malucelli, que não nega a surpresa com o rendimento do avante de 35 anos.

“Surpreendeu. Esperava que fosse bem, mas ele foi bem acima da média. Todo mundo falava que ia ter problema com ele aqui, pelo gênio parecido, mas no fim não tivemos nenhum problema, ele sempre nos ajudou em tudo. É uma pessoa excepcional”, elogiou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!