Seowipo, Coréia do Sul (AE) – A seleção do Paraguai entra para a partida de hoje, às 8h30 (horário de Brasília), em Seogwipo, contra a Eslovênia, com dupla missão. Brigar por uma vitória e torcer por uma derrota da África do Sul em sua partida contra a Espanha, marcada para o mesmo horário, em Daejeon.

O Paraguai é terceiro colocado no Grupo B, com apenas 1 ponto, três a menos que a África do Sul. Além disso, tem saldo negativo de dois gols, contra saldo de 1 positivo dos sul-africanos. Por conta disso, os paraguaios precisam fazer gols. Às vésperas da partida contra os espanhóis, o goleiro chamou os adversários de “insignificantes”. Agora, apelou para o que considera de “laços fraternais” entre os dois países.

O atacante Roque Santa Cruz afirmou que o Paraguai deve partir para o ataque e vencer a partida que lhe resta, sem se importar com o que ocorrerá no outro jogo do grupo. “Temos de aproveitar essa última chance”. “Eu estou otimista e acho que vou estar em condições de atuar. Um jogo como este não se pode ficar de fora”, disse o jogador.

Ficha técnica

Paraguai: Chilavert; Arce, Gamarra, Ayala, Cáceres, Caniza (Franco); Gavilán, Acuña, Paredes; Santa Cruz e Cardozo. Técnico: César Maldini. Eslovênia: Simeunovic; Bulajic, Galic, Milinovic e Karic; Novak, Aleh Ceh, Pavlin, Rudonja e Acimovic; e Osterc. Técnico: Danilo Popivoda. Local: Estádio da Copa do Mundo de Jeonju (Seogwipo – Coréia do Sul). Árbitro: Felipe Ramos Rizo (México). Horário: 8h30.