Bruno Soares e Marcelo Melo e seus respectivos parceiros avançaram nesta sexta-feira às semifinais do Torneio de Washington, nos Estados Unidos. Ambos precisaram de três sets para vencerem as partidas e terão desafios complicados para fazer uma final totalmente brasileira na competição de nível ATP 500, que é preparatória para o US Open.

Soares e o escocês Jamie Murray entraram em quadra primeiro nesta sexta. E precisaram salvar nada menos que sete match points para vencer o norte-americano James Cerretani e o australiano Marc Polmans por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/3 e 19/17.

“O jogo foi uma loucura, com match point para todos os lados. Conseguimos jogar super bem quando estivemos sob pressão, para salvar os match points, e isso só dá confiança”, avaliou Soares.

Em busca da vaga na final, Soares e Murray terão pela frente os cabeças de chave número 1: o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers. Eles entraram na competição como principais favoritos apesar de formaram a dupla números dois do mundo. A número 1 é justamente composta por Marcelo Melo e pelo polonês Lukasz Kubot.

Atrapalhada pela chuva na quinta, a dupla fez bonito nesta sexta ao derrotarem o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau, que formam uma das parcerias mais experientes do circuito, por 7/6 (7/3), 4/6 e 10/7. Na semifinal, eles vão enfrentar os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, considerada a melhor dupla da história.

SIMPLES – Na outra chave da competição masculina, um dos principais favoritos ao título se despediu nas quartas de final. O canadense Milos Raonic, terceiro cabeça de chave, caiu diante do norte-americano Jack Sock em sets diretos, com parciais de 7/5 e 6/4. Na semifinal, Sock vai enfrentar o sul-africano Kevin Anderson.

Anderson, 15º cabeça de chave, foi o responsável pela eliminação do austríaco Dominic Thiem, maior favorito ao título, nas oitavas de final. Nas quartas, ele derrotou o indiano Yuki Bhambri por 6/4, 4/6 e 6/3.