A responsabilidade na prevenção de acidentes dentro do Itaquerão em dias de jogos será da Fifa. No entorno do estádio e nas proximidades ficará com a prefeitura e o governo do estado, que instalarão o serviço de Motolância da SAMU, com dois técnicos de enfermagem se revezando em uma moto para chegar rápido às ocorrências.

Esses profissionais farão os primeiros socorros e, em caso de gravidade do paciente, será solicitado o serviço de urgência e de resgate com as viaturas do Samu que chegarão logo a seguir. “Na área da saúde proporcionaremos atendimento rápido e sem dar prejuízo à rotina da cidade,” garante a vice-prefeita Nádia Campeão.

Com o aglomerado de gente – a Fan Fest do Vale do Anhangabaú também está no pacote – o plano visa chegar o mais rápido possível ao local da ocorrência pra evitar danos maiores no torcedor em casos de atropelamento, quedas, ou até mesmo ataques do coração. “Estamos preparados para levar o melhor aos nossos visitantes”, explica Nádia. O serviço de Motolância já funciona em capitais e cidades menores, como Uberaba, com quase cinquenta atendimentos em uma hora.

Desde sua instalação, há dois anos, muitos casos foram solucionados e uma agravação do estado do paciente evitada. De olho na saúde do povo, aliado com a segurança, o público da Fan Fest será limitado a 35 mil pessoas. Os hospitais mais próximos do estádio de Itaquera e do centro da cidade terão reforço na sua grade de funcionários afim de garantir a saúde durante a Copa em dias de jogos.

ATENÇÃO AOS CADEIRANTES – O portador de necessidade especial contará com o serviço de transporte da Atende para levá-lo, da estação Itaquera do trem, até a porta de entrada do estádio. “Nós temos a coordenação de tudo da Copa definida faz três anos. Faremos de tudo para que nada saia errado neste grande evento”, garante a prefeitura.