Motivado pela renovação de seu contrato até o fim de 2018, o técnico Vanderlei Luxemburgo terá a missão de recuperar o Sport no Campeonato Brasileiro após a goleada por 5 a 0 sofrida diante do Grêmio no final de semana passado, em Porto Alegre. O grupo rubro-negro pernambucano terá a chance de se redimir do vexame diante de sua torcida, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, neste domingo, às 16 horas, contra o Avaí, pela 23.ª rodada.

Vanderlei Luxemburgo externou o seu descontentamento pelo rendimento do time na Arena Grêmio e chegou a colocar o cargo à disposição, mas foi apoiado pela diretoria do clube – e pela torcida. Agora, o comandante tenta amenizar o discurso e demonstrar confiança nos jogadores.

“Quem vai dar essa resposta é o grupo. O torcedor pode acreditar que eles têm algo a mais para dar. Se eu os escolhi para serem titulares até o momento é porque têm algo a mais. A primeira mudança não é de jogadores, é de comportamento. Eles vão ter oportunidade já no domingo de mostrar isso”, destacou o treinador do Sport.

Um dos focos da insatisfação dos torcedores é o meia-atacante Diego Souza. O jogador, que chegou a defender a seleção brasileira neste ano e esteve próximo de trocar o Sport pelo Palmeiras, teve uma queda no desempenho. Muitos rubro-negros não perdoaram o fraco desempenho e questionaram o seu posto de ídolo com pichações na sede do clube.

Mas o atleta deverá estar entre os titulares da equipe que enfrentará o Avaí. Já o lateral-esquerdo Mena, que também tem atuado como meio-campista, retornou da seleção do Chile após a disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e está à disposição de Vanderlei Luxemburgo.

O Sport necessita da vitória para continuar sonhando com uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, principal objetivo do clube recifense na temporada. Atualmente, ocupa a 11.ª colocação no Brasileirão, com 29 pontos. Se vencer o time de Florianópolis, que está na zona de rebaixamento (18.º lugar com 25), poderá voltar ao G6.